Entrevista para o “Cinco Minutos” do jornal Imprensa do Povo (Pinhalzinho – SC) em 03/02/2012

Confira entrevista na íntegra:

Nome: Ernesto Antonini

Profissão: Publicitário

Idade: 24 anos

1 Imprensa do Povo: Qual o fator motivador que fez com que você estudasse Publicidade e Propaganda?

Ernesto: Para a escolha foi a mais pura e clara sorte: em uma pesquisa de aptidões, me senti compatível com a carreira. Mas o fator motivador pela paixão que me move é a oportunidade de fornecer novas visões e através delas encantar, transformar, dar vida, emocionar e, principalmente, surpreender nas diferentes formas quem recebe nossas mensagens.

2 Imprensa do Povo: Como você vê o mercado regional para esses profissionais que apostam na carreira de publicitário?

Ernesto: Gigantesco. Ser publicitário (como em qualquer outra carreira da comunicação social) abre diversas oportunidades de atuação. A base do publicitário é a criatividade e o conhecimento de diferentes técnicas para expor isso, o que nos proporciona diversas oportunidades. É preciso ser criativo também na escolha de nicho para atuar, ainda temos várias áreas que precisam evoluir na região, publicitário não atua somente nas tradicionais agências, podemos evoluir regionalmente muito ainda em mídias online, mídia ativista, branding, imagem pessoal, produção de eventos, produção audiovisual, produção fotográfica e tantas outras áreas. A questão toda está em se permitir sair do lugar comum e se propor a ousar e (como diz o jargão) fugir do cinza e óbvio.

3 Imprensa do Povo: Na sua opinião, o que os publicitários ainda precisam conquistar?

Ernesto: A regulamentação da profissão em primeiro plano, precisamos nos unir para fortalecer a classe e unificar a força, assim contarmos para o mundo sobre nós e não somente sobres nossos clientes. Em âmbito local, os publicitários das novas gerações precisam estudar e ler muito, entender que conhecimento e cultura são fundamentais para conceituar uma idéia. Ser criativo exige conhecimento, inovação é a informação transformada. Vejo muitos publicitários temerosos em assumir a responsabilidade pela imagem institucional (seja ela de uma pessoa, empresa, organização e até dos próprios veículos de comunicação) e profissionais de outras áreas fazendo esse trabalho sem medo, afinal marketing é marketing, administração é administração e publicidade é publicidade e os três são diferentes.

4 Imprensa do Povo: Você também se profissionalizou em Los Angeles. Como essa experiência reflete no seu trabalho hoje?

Ernesto: Transformou minha visão e também atuação. Nos EUA a divisão da comunicação social separa a publicidade da propaganda, criando um grupo que une a publicidade com as relações públicas e a propaganda é um outro grupo distinto. Tive a oportunidade de estudar publicidade para indústria do entretenimento na capital mundial do entretenimento e pude compreender como é gritante a diferença entre as duas áreas. Hoje eu atuo com uma visão diferente da grande maioria dos profissionais locais, separo a técnica das mídias de um trabalho global. Dessa forma, o publicitário está inserido em mais processos. Seria muito difícil ser especialista em imagem pessoal na nossa visão local, mas com a distinção entre publicidade e propaganda posso fazer isso e também ser assessor de comunicação e ter diversas funções. É claro que isso exige também um braço de criação competente e também muito conhecimento nas outras áreas da comunicação social. Todas as áreas são muito importantes, mas um dos maiores pecados é jogar a publicidade e a propaganda no mesmo saco e tentar fazer um bolo e aqui incluo as graduações na nossa região.

5 Imprensa do Povo: O que faz com que você se sinta realizado na profissão?

Ernesto: Resultado e qualidade. Por ser uma profissão que se molda conforme o contexto social o público se transforma e a cada dia temos novas possibilidades. Os desafios são diferentes em cada etapa, mesmo sendo a mesma atuação. Ver um resultado com qualidade em um projeto é sempre motivador. Me sinto muito realizado, pois não imponho limites e negações, não sinto que existam desafios que não possa abraçar e tentar transformar o produto final em algo melhor para o público que recebe. Atuo em algumas funções nas quais posso ver a reação do público in loco e sentir eles emocionados, surpresos, felizes, entretidos e mais positivistas sobre o mundo me realiza como profissional.

Sobre Ernesto Antonini

Leonino convicto, publicitário, estudou entretenimento na UCLA, trabalhou no Oscar e morou em Hollywood. É produtor de eventos, de casting, apresentador de TV e colunista social. www.ernestoantonini.com.br
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s